Livros #94 - Não Voltarás

Título: Não Voltarás
Editora: Verus
Autor: Hans Koppel
Número de páginas: 294
Sinopse: Mike Zetterberg vive com a esposa Ylva e a filha do casal numa pequena cidade praiana na Suécia. Uma noite, Ylva não volta para casa depois do trabalho. Mike acredita que ela só foi tomar um drinque com as amigas, mas, quando ela não aparece na manhã seguinte, ele começa a se preocupar. Enquanto Mike lida com as suspeitas da polícia e com o próprio desespero, ele nem desconfia de que sua esposa está viva e a apenas alguns passos de casa, presa num porão do outro lado da rua, atraída para uma trama horripilante de punição e vingança. Uma câmera de vigilância lhe permite ver sua família pela tela da TV. Eles não podem vê-la — e certamente não podem escutar seus gritos desesperados de socorro... Não voltarás é um livro eletrizante, que vai prender os leitores da primeira à última página.


Hans Koppel é o pseudônimo de um conhecido escritor sueco, Petter Lidbeck, que nasceu em 1964 e mora em Estocolmo. Lançamento da editora Verus, Não Voltarás promete uma trama envolvente para os amantes do gênero.

Ylva é mulher livre, gosta de aproveitar a vida, sair com amigos e ser sedutora, sem limites. Mas apesar do estilo de vida, é casada com Mike e juntos construíram uma família, com uma filha de sete anos, Sanna. Enquanto Ylva possui esse lado baladeiro, Mike é o oposto. Gosta de ficar em casa e é extremamente emotivo. É dele a função de cuidar da filha nas saídas da esposa e ficar esperando sua volta, preocupado.

"Afastamento, isolamento social
A mulher é afastada de seu meio familiar e colocada em um ambiente novo e desconhecido por várias razões. Ela perde contato com a família e amigos, fica desorientada,, geograficamente confusa e dependente de única pessoa que conhece o perpetrador"

Mas certo dia, Ylva não volta. Para Mike tinha avisado que talvez iria beber com os amigos, mas desistindo da saída prefere voltar para casa e avisa aos amigos que iria curtir a noite em família. Essas informações paralelas fazem da investigação nada série da polícia ficar ainda mais complicada. Todos acreditam em duas hipóteses: Ylva estaria com um amante ou Mike tinha matado a mulher.

O que ninguém sabe, é que a mulher está lá... bem perto, o tempo todo. Ylva está sendo mantida prisioneira em uma casa em frente a sua, com uma Tv que mostra a rua e a entrada de sua casa. Ou seja, ela é obrigada a assistir a rotina de sua família sem que eles saibam que ela está lá. Seus gritos são inúteis em um porão que foi construído especialmente para ela.

Enquanto Ylva sobrevive a tratamentos humilhantes com seus sequestradores, as investigações mostram policiais sem nenhuma habilidade para resolver um caso. Mike está vulnerável e junto com sua filha, começam a perder as esperanças de rever Ylva. No meio de tudo isso conhecemos duas pessoas que estudaram com Ylva na adolescência, Calle Collin e Jorgen Petersson, ambos fundamentais para o desenvolvimento e esclarecimento da trama.

"- A Ylva costumava andar com três cara: Johan Lind, Morgan Norberg e Anders Egerbladh. Os quatro aterrorizavam a escola. O Morgan morreu de câncer. O Anders foi assassinado em Estocolmo. O Johan morreu em um acidente de moto na África. Eu me pergunto se poderia haver uma ligação. Com o desaparecimento da sua esposa."

Com um final cheio de adrenalina e emoção, o autor consegue deixar o leitor envolvido até o final. Tratando de temas intensos como: suicídio, violência sexual, vingança, uma polícia que não faz nada, entre outros .... o livro pode ser bem forte para quem não está acostumado com o gênero.

Não Voltarás me surpreendeu, de diversas formas. Além de um enredo empolgante e personagens bem construídos, o meu emocional ficou abalado. Não somente pela violência, mas com a maneira que o autor abordou todos estes temas. Até a metade do livro eu estava empolgada, tudo estava acontecendo da forma que eu esperava, mas depois... tudo mudou e fiquei aterrorizada com a conclusão que a obra poderia ter.

O final foi o que mais me abalou. Se o autor tinha a intenção de deixar o leitor com raiva, ele conseguiu. Me faltam palavras para descrever tamanha frustração com as cenas finais. Mas depois de muitas emoções e um tempo pensando, só tenho a declarar que, se um autor consegue despertar tudo isso em um leitor, ele é realmente bom. Muito bom.

Recomendo a leitura para os fãs de suspense e para os leitores que querem se aventurar em novos gêneros. Este é um livro pesado que irá mexer com suas emoções, definitivamente.

"Não importava o que acontecesse, as coisas sempre era esquecidas. Tornavam-se parte da grande charada da vida. Centenas de passageiros mortos em um acidente aéreo? Meses mais tarde ninguém mais se lembraria deles, e apenas o aniversário seria marcado. Milhares de mortos em uma catástrofe natural? Uma semana de notícias desagradáveis e então virava algo que você procurava no Wikipédia. O tsunami, em que ano foi? Certo, é mesmo.
Ninguém a salvaria – ela precisava escapar."

17 comentários:

  1. Oi Karol!

    Fiquei até arrepiada com suas palavras finais! kkkkk
    Adorei a capa e sua resenha, mais um livro na minha listinha de desejados!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Nossa eu já queria muito lê esse livro quando eu o vi nos lançamentos da editora Verus, mais agora com sua resenha maravilhosa eu to ficando muito maluca aqui em casa pra poder ter logo esse livro em mãos pra poder lê-lo, nunca li nada do gênero e como você disse ele é um livro pesado, mais com essa sinopse e com essa resenha, não tem como não querer ter esse livro.

    ResponderExcluir
  3. O último livro que li e quis matar a autora foi "A Esperança" , e era uma distopia, então imagina com um livro que pode acontecer com qualquer um, adorei a resenha, e estou curiosa com o q acontece.

    ResponderExcluir
  4. Omg quero ler!!! Fiquei super curioso em saber pq ela está sendo mantida prisioneira e por quemmm! hahaha sério msm. Gosto livros que deixam a gente querendo saber maiss

    ResponderExcluir
  5. já gostei pela capa, e ai vejo que é meu tipo de livro favorito!! eu quero!!

    ResponderExcluir
  6. não conhecia o autor nem pelo nome nem pelo pseudônimo hahaha
    mas fiquei super curiosa pela trama
    adoro ler livros com este tipo de história, que envolve sequestro e tudo o mais...
    coitada dela, além de ter que ficar mantida refém, longe dos familiares, é obrigada a ficar assistindo a rotina deles :(

    ResponderExcluir
  7. Gosto de livros que surpreendem e pelo visto, este é mais um!
    gente, vou ficar pobre desse jeito!!

    Tá com cara de ser daqueles que voc~e para de ler mas as cenas ficam na sua mente!
    Aiii jesus!!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  8. uau , fiquei elétrica só de ler essa resenha !
    Gosto de gêneros desse tipo , gosto de mistério, suspense, trama policial, investigação.. e quando junta tudo isso num livro só ? Eu piro ! kk quero ler !
    bj, dréa

    ResponderExcluir
  9. Embora eu ame o gênero, não me interessei muito pela sinopse desse... Mas sua resenha fez mudar minha opinião (:
    Bjs

    inspiration-tatis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, primeiramente, eu amei a resenha, e nossa e quero muito ler esse livro, ele parece ser ótimo, uma historia surpreendente, e muito emocionante, imagino como a vida dessa mulher é horrivel, imagina se isso acontecesse com agente, deve ser torturante, ver a sua família e não poder estar ali com ela.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  11. Acho que não seria capaz de ler esse livro, achei muito tenso o enredo desse livro, e arrepiante, no minimo. Mas adorei a capa, e a sua resenha. Só o gênero que não faz bem o meu tipo.

    ResponderExcluir
  12. Nossa que livro surpreendente!! Bem no jeito que me prende, com bastante suspense.
    Já estou ansiosa pra lê-lo, sua temática me interessou muito!!
    Necessito urgentemente desse livro.Dica anotada =)
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  13. Fiquei tensa só com a resenha. Eu gosto bastante de um suspense, mistério e claro que vou colocar na minha lista.
    A resenha me deixou com muita vontade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  14. Nunca li nada deste autor, mas o enredo deste livro parece ser muito bom e me deixou curiosa. Gosto muito de estórias com muito suspense e mistérios, fiquei curiosa para saber como será o desfecho desta, que você comentou ser cheia de adrenalina. :)
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Nunca li nada deste autor, mas o enredo deste livro parece ser muito bom e me deixou curiosa. Gosto muito de estórias com muito suspense e mistérios, fiquei curiosa para saber como será o desfecho desta, que você comentou ser cheia de adrenalina. :)

    ResponderExcluir
  16. Adoro policias e ela me apresenta esse livro. Resultado? Eu fiquei louca pela obra!
    Parece ser aquele tipo de livro eletrizante que te trás várias surpresas e te deixa tensa a ponto de roer as unhas (figurativamente, porque amo minhas unhas pra roê-las) e te prende até o final.
    Fiquei extremamente curiosa com o final, já que esta é a segunda resenha que leio da obra e nas duas falaram que o final é surpreendente e aquele coisa toda do tipo: chocante.
    Espero poder conferir o livro em breve.

    ResponderExcluir