Filmes #38 - Medianeras


Título: Medianeras: Buenos Aires na Era do Amor Virtual
Título Original: Medianeras
Gênero: Drama/Romance
Duração: 95 minutos
Sinopse: Martin (Javier Drolas) e Mariana (Pilar López de Ayala) vivem na mesma rua, em edifícios opostos, mas eles nunca se conheceram. Eles andam pelos mesmos lugares mas nunca notaram um ao outro. Quais são as chances deles se conhecerem em uma cidade de três milhões de habitantes? O que os separa, irá uni-los.

Não é preciso andar muito para encontrar um grupo de adolescentes que esquece que não está sozinho para navegar no mundo virtual. Mesmo em festas, de vez em quando há quem dance enquanto atualiza o feed do Facebook. A virtualização e computadorização de todos os espaços é viral. E é este vício e a necessidade constante que temos de nos relacionarmos quase unica e exclusivamente através das famosas redes sociais que tem desencadeado a consolidação de barreiras invisíveis e intransponíveis que nos separam mesmo quando próximos, ao invés do antigo problema que tínhamos pela tal distância física - que aliás, fizemos parecer extinta, um ser jurássico e insignificante.

Buenos Aires cresce descontrolada e imperfeita. É uma cidade superpovoada em um país deserto. Uma cidade onde se erguem milhares e milhares de prédios sem nenhum critério. Ao lado de um muito alto, tem um muito baixo. Ao lado de um racionalista, tem um irracional. Ao lado de um em estilo francês, tem um sem estilo. Provavelmente estas irregularidades nos refletem perfeitamente, irregularidades estéticas e éticas. Esses prédios que se sucedem sem lógica, demonstram total falta de planejamento. Exatamente assim é a nossa vida, que construímos sem saber como queremos que fique...

Medianeras faz uma crítica clara e bem desenvolvida a esta problemática e a toda a construção do espaço que nos cerca. Protagonizada em Buenos Aires, põe em pauta até mesmo a arquitetura da cidade, que grita monotonia e nostalgia no padrão acinzentado dos prédios que escondem o céu e as cores, nos isolando ainda mais de qualquer ser-aquarela que possa vir a encantar o nosso mundo.

Que gênios esconderam o rio com prédios e o céu com cabos?

Martin, depressivo e fóbico em processo de adaptação à vida, ainda cuida do cachorro de sua ex-namorada, que viajou um dia para nunca mais voltar. Mariana, arquiteta que trabalha como vitrinista, acaba de terminar um relacionamento de longa duração, se sentindo subitamente perdida e fóbica ao desconfiar de suas próprias verdades. Mesmo que compartilhem de diversos medos, anseios e características que os tornariam almas gêmeas, não conseguem encontrar um ao outro. As ruas, carregadas de seriedade e pressa, só possibilitam desencontros e o ver sem enxergar.

O que os separa são as medianeras, paredes vazias, poluídas por anúncios publicitários ou simplesmente cinzas. Na Argentina, é proibido por lei modificá-las, mas mesmo assim muitas pessoas abrem janelas desorganizadas, pequenas e singelas, com o intuito de fazerem um pouco de luz entrar em seus apartamentos. Paredes estas como nós, que nos fechamos ao mundo e absorvemos escuridão até obtermos coragem suficiente para derrubar o concreto e permitir a entrada de luz.


E é através da identificação com os protagonistas e com esse profundo retrato do mundo que passamos a nos indagar: quanto será que a globalização e a revolução das telecomunicações nos une? Quão separados nos encontramos mesmo que lado a lado? Quanto de incrível vemos sem nos importamos? E mesmo quando nos assustamos com nós mesmos, por quê não tentamos mudar?

Mesclando metáforas e lirismo com momentos de silêncio e uma fotografia sensacional, é impossível não se encantar com Medianeras após nos entregarmos. Mesmo porque, ao se tratar de uma narrativa dos relacionamentos no século XXI, passamos a enxergar não apenas nós mesmos, mas os que nos cercam, como futuros ou atuais Martin e Mariana, perdidos na tentativa de se encontrar. Afinal, amor tem url?

19 comentários:

  1. Não gosto de livros assim, mas simplesmente amo filmes assim .
    Nunca tinha ouvido falar desse filme, mas já gostei.

    ResponderExcluir
  2. É a primeira vez que ouvi falar do filme mas mesmo despertando uma certa curiosidade não irei assistir por causa do tempo :(

    ResponderExcluir
  3. Olha, não é o tipo de filme que eu goste....

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o filme, mas pareceu interessante!
    Bem "dias atuais" mesmo... s redes sociais estão dominando o mundo!
    Hahahah

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o filme é uma ótima indicação, as vezes é preciso nos perder para nos achar realmente, Buenos Aires é uma cidade com fotografia perfeita, e o tema também atual, vou procurar e baixar, assistir em um fim de semana, quando quiser refletir e ver um bom filme!

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um filme bem interessante, eu nunca tinha ouvido falar dele mas gostei da dica e é um bom filme para os adolescentes de hoje em dia que vivem conectados. Vou assistir assim que puder.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha ouvido falar do filme, mas achei bem interessante o que você falou. E me deu curiosidade pra ver. Parece ser bem reflexivo, assim como adoro ler livros que me tragam mais que apenas histórias, nos filmes é a mesma coisa. Quem sabe um dia eu venha a ver, esperando só arrumar tempo.

    ResponderExcluir
  8. Nunca ouvi falar deste filme, mas já gostei! rsrsrsrsrrsrs
    Não consigo me ver sem internet e acho que este filme pode me dar um choque sabe? rsrsrs
    Vou procurá-lo para assistir! Obrigada pela dica! ;)

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  9. filme "perto" da gente! Buenos Aires é lindoooooo, e pertinho daqui, né? entao legal um filme perto. HAUHAUHA isso é um problema, a globalização pode ser muito ruim se nao utilizada como deve. eu acho que afasta as pessoas, que sempre encontram-se juntas, porém conversando em seus respectivos celulares. não sou a favor disso. gosto de contato físico, falar cara a cara.

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha ouvido falar desse filme , mas a sinopse me encantou, procurei o trailer no youtube e gostei muito *-* Vou assistir assim que possível!
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  11. Não gostei muito da sinopse desse filme apesar de ser uns dos gêneros de filmes que mais gosto romance e drama, por isso acho que vou da uma chance para o filme quem saber não mudo de ideia sobre ele.

    ResponderExcluir
  12. Gosto de drama , é um dos meus gêneros favoritos. Gostei da resenha e da história do filme. A história do carinha me deixou triste "ainda cuida do cachorro da namorada que viajou pra nunca mais voltou" , geeente :/
    quero ver !

    ResponderExcluir
  13. Sinceramente eu não tinha me interessado muito pela capa e sinopse, embora eu ame um bom drama, mas a resenha me cativou, vou procurar pra ver esse fds :3
    Bjs
    inspiration-tatis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. este filme é novo? não me recordo de ter ouvido falar sobre ele, mas confesso que fiquei curiosa. este é um tema bem atual, e que causa bastante debate né...
    é engraçado mesmo quando vamos em algum lugar, até mesmo uma festa, e encontramos metade do povo mexendo no celular. eu não sou assim, e confesso que acho uma coisa meio sem noção, porque festa é festa! hahaha

    ResponderExcluir
  15. Ainda não conhecia esse filme, adorei a indicação.
    Gostei, parece ser interessante e despertou minha curiosidade, vou procurar pra assistir.

    ResponderExcluir
  16. Não sabia desse filme e adoraria poder vê-lo. Hoje em dia quando as pessoas vão chegando na casa dos outros já vão perguntando logo qual é a senha do wifi!! Eu não vou negar que as vezes eu secretamente me pergunto tbm, por isso acharia interessante ver o filme! Essas questões sobre a globalização chamaram minha atenção. bjs.

    ResponderExcluir
  17. Bom sou muito estranha no quesito filmes e livros adoro filmes deste jeito mas não curto muito os livros deste estilo mas se não tive outra coisa pra ler eu leio o que tiver.Bom gostei do filme vou atrás dele para assistir parece muito interessante.

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  18. Nunca tinha ouvido falar desse filme, mas achei a sinopse bem interessante, vou procurar pra assistir e ver o que eu acho!
    Obrigada pela dica :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Assim como na maioria dos comentários aqui, também não ouvi falar sobre esse filme que depois da sua resenha foi pro topo da minha lista de must watch!! Obrigada!!

    ResponderExcluir