Variedades #38 - O Pequeno Príncipe




Eu recebi uma missão, um desafio e tanto, acho que o mais importante projeto ao qual já me dediquei: Escrever sobre livros infantis!
 
Edição Pop-up Ed. Agir
Eu sou mãe de dois pequenos aprendizes a leitores! Duas figurinhas! Gabriel, 8 anos, apaixonado por xadrez e jogos mentais (é, eu também me surpreendo) é meu pequeno prodígio! Miguel, 5 anos, meu maior companheiro, espoleta, adora as aulas de jiu-jitsu e inglês.
Por que estou contando isso? Por que vejo em meus filhos o reflexo do futuro, tudo o que eu virei a ser um dia está sendo depositado neles! E é por isso que digo, o mais importante gênero literário é o infantil! Ele é quem determina o futuro de milhões de mini leitores todos os dias! A ele devemos grande parte das obras literárias clássicas e dos best-sellers, afinal, tudo começou com ele certo?

Com esse desafio em mãos, fiquei pensando como e o que escrever, então me lembrei do meu primeiro livro, minha mãe ao pé da cama e eu lutando pra não dormir. Assim li, pela primeira vez, O Pequeno Príncipe! Sim, foi ele que me levou a ser quem sou sem duvidas! Depois dele, vieram centenas de outros, e ele novamente! E mais uma vez agora que leio para os MEUS filhos! Poético não?


Sobre ele tenho muito que falar (vocês devem imaginar o peso que esse livro tem em minha vida), mas nada seria dito com imparcialidade! Por isso resolvi reunir uma série de fatos e curiosidades sobre a obra, esperando que sejam suficientes para inspira-los a entrar no pequeno mundo do principezinho!

Fatos Históricos:

Apesar de ter sido publicado em 1943, Antoine de Saint-Exupéry não viu o sucesso do seu livro, faleceu em 31 de julho de 1944, aos 44 anos. O Pequeno Príncipe só chegou à França em 1946.

Passou diversas vezes pelo Brasil em missão, o francês era piloto de aviões de carga durante a segunda guerra e o país era o ponto de abastecimento entre a Europa e Buenos Aires.

A queda no deserto que levou o autor a conhecer o príncipe realmente aconteceu, no deserto do Saara durante uma missão, Antoine de Saint-Exupéry sempre fora apaixonado por mecânica e saiu-se bem ao final.

O livro Completou 70 anos em 2013 e recebeu diversas homenagens pelo mundo, inclusive a exibição de uma peça em São Paulo, palco de outra homenagem em forma de exposição que aconteceu em 2009 na Oca e recebeu cerca de 200 mil pessoas!

Museu em Hkone - Japão
O mesmo numero de visitantes que o museu em Hakone, Japão, recebe anualmente, inteiramente dedicado ao príncipe, esse é a maior exposição permanente sobre o livro, os japoneses são aficionados pelo tema.
A primeira lua de asteroide avistada foi batizada de “Pettit-Prince” também em homenagem, descoberta em 1993 tem cerca de 13 quilômetros de diâmetro e orbita o asteroide 45-Eugenia.






Em números: 

Maior best-seller francês, quinto do mundo
Terceiro livro mais traduzido, tendo exemplares em braile e toba, língua indígena do norte da argentina.


"A gente só conhece bem as coisas que cativou - disse a raposa.
- Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo já pronto nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!"


Do livro às telas:

Em 1974 a história foi para os cinemas em um filme dirigido por Stanley Donen, diretor do filme “Dançando na chuva”, e não foi bem recebido pelo tom de musical que ganhou, como era esperado. Em 1978 o personagem ganhou o anime "As Aventuras do Pequeno Príncipe" com 39 episódios, produzido no Japão (não disse que gostavam?) pela Knack Productions e exibido no Brasil pelo SBT.



Um projeto anunciado em 2009 deu ao livro uma nova serie de adaptação, a animação computadorizada custou cerca de 18.4 milhões de dólares, contando com 52 episódios de 26 minutos cada, foi submetido à aprovação da família do escritor antes de estrear. Estando comprometidos com a fidelidade ao conteúdo do livro, a única diferença é que a historia foi contada a partir da visão do príncipe. Estreou na França em 2010, e no Brasil, pelo canal Discovery kids em 02 de novembro de 2011, a dublagem também teve que passar pelo crivo dos familiares de Antoine de Saint-Exupéry. A animação recebeu vários prêmios, entre eles “melhor programa infantil da França” de Les Lauriers de la Télévision 2010, troféu de melhor produção infantil da Europa e melhor trilha sonora no Festival Cartoon on the Bay.

Em 2014 recebeu uma nova adaptação, dessa vez para o cinema, James Franco, Rachel McAdams e Marion Cotillard no elenco de vozes com a direção de Mark Osborne, o roteiro segue a linha da animação de 2010.

“Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar meu coração... É preciso que haja um ritual.”

Obras de Antoine de Saint-Exupéry : 

L'Aviateur (O aviador) - 1926
Courrier sud (Correio do Sul) - 1929
Vol de nuit (Voo Noturno) - 1931
Terre des hommes (Terra dos Homens) - 1939
Pilote de guerre (Piloto de Guerra) - 1942
Le Petit Prince (O Pequeno Príncipe, no Brasil, ou O Principezinho, em Portugal) - 1943
Lettre à un otage (Carta a um refém) - 1943/1944
Citadelle (Cidadela) – 1948

Se existe um livro doce e profundo, esse é O Pequeno Príncipe! A delicadeza da trama e das personagens consegue nos levar pra dentro do pequeno mundo do principezinho, ao mesmo tempo em que enxergamos o imenso universo que ele explora durante a narrativa! É encantador!

Não se engane! Esse não é só mais um livro, as personalidades e o caráter das personagens coadjuvantes são expressivas e muito reais, certamente você se pegará comparando alguém que conhece à um deles!

Ainda que exista uma fila imensa de livros para este ano, experimente O Pequeno Príncipe! Tenho certeza que não haverá arrependimentos!


 “ – Quando olhares o céu à noite eu estarei habitante uma delas, e de lá estarei rindo; então será, para ti, como se todas as estrelas rissem! Dessa forma, tu, e somente tu, terás estrelas que sabem rir.”

16 comentários:

  1. Estou com uma vontade enorme de ler e ter O Pequeno Príncipe. Acho que é uma história encantadora e que, apesar de tanto tempo que foi escrita, continua conquistando corações e ensinando muitas coisas, principalmente, trazendo alegria pra muita gente.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. É uma história que atravessa décadas e não deixa de conquistar gerações de todas as idades e do mundo inteiro,parabéns pela matéria e sucesso nessa nova missão!
    Beijinsss!

    ResponderExcluir
  3. Oi Maria!
    Acho que este livro influenciou muitas crianças que hoje são leitores não é? rsrsrsrsrsrrs
    Quando eu era criança, nunca tive a oportunidade de lê-lo, mas depois de assistir ao desenho, resolvi ler o livro tbm e me surpreendi com a intensidade do mesmo!
    Adoro quando vejo meus sobrinhos lendo (eu não tenho filhos ainda), e sempre que posso, incentivo-os a ler! Acho uma ótima maneira de mudar a visão dos nossos brasileirinhos!

    Adorei seu post! Super criativo! Parabéns!!!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  4. Que lindo esse post, parabéns! O Pequeno Príncipe foi um dos primeiros livros que li e até hoje me encanto com ele. Tenho um carinho todo especial!

    ResponderExcluir
  5. Acredita que ainda não li nem o livro nem vi o filme, mas já ouvi muito falar da história, todos diz que é muito bom, querendo muito ler. Não sabia sobre o museu tbm, muito lindo.

    http://talento-feminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Achei muito interessante o post, ainda não li este livro, mas concordo que os livros infantis que marcam muito e tem relação com o futuro das crianças leitoras. Acho que quem começa a ler desde novinho, mesmo que seja gibis, vai se acostumar, e ter o hábito de ler, não vai achar "chato" como muitos jovens hoje em dia e isso ajuda muito na hora de estudar...
    Muito interessante os fatos históricos, que pena que o autor não pôde ver o sucesso de seu livro!
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu sempre tive vontade de ler esse livro,mas nunca consegui :s
    Acho que talvez agora ele não seja tão magico como teria sido a alguns anos atras, mas com certeza ia ser uma lição de vida mesmo *-*
    Também nunca vi o filme :c,mas pretendo vê-lo...

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post.
    Li esse livro e amei. Com certeza é um dos livros que vou ler para minha filha.

    ResponderExcluir
  9. Super interssante seu post! Eu li o peaueno principe ha muuuuito tempo, wuando era crianca e acredita q n gostei? Kkk sei que deve parecer um absurdo e por isso quero ler de novo pra saber se foi a questao da idade...

    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Esse é um dos posts mais lindos que já li aqui no blog. Seja porque é um livro que todos gostam por unanimidade, seja porque as suas palavras me cativaram também. Com certeza, quando eu tiver um filho, passarei essa história para ele, para que ele passe sucessivamente pelas gerações que venham a seguir. "O pequeno príncipe" é uma história linda e atemporal.

    ResponderExcluir
  11. Que história linda representa O Pequeno Príncipe. Realmente é um livro com bastantes frases reflexivas, com uma história de conquistar qualquer um, dos pequeninos aos idosos. Vale a pena esta história!!!

    Abraços,

    ResponderExcluir
  12. Eu li O Pequeno Príncipe já faz tanto tempo, que não me recordo muito da história. Mas quero muito reler ele, pois acho um clássico, que todos deveriam ler.
    Achei muito interessante a iniciativa e ter um projeto que fale sobre livos infantis, tando dicas de livro que podemos indicar para as crianças de nossas vidas. Parabéns.
    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  13. Esse é o melhor post de todos :')
    O pequeno príncipe também foi o primeiro livro que li, por causa dele comecei a me interessar tanto pela leitura e sou o que sou hoje, e já o reli algumas vezes, é lindo, apaixonante. Super recomendo também.
    Parabéns pelo post, amei.
    Bjs

    inspiration-tatis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. ='D Estou emocionada com os comentários! muito obrigada pelo apoio gente! Do fundo do meu heart S2 estou muito feliz por vcs terem gostado tanto! Esse post sem dúvidas é muito importante e especial pra mim!
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  15. Nunca li esse livro, infelizmente e não tem nenhum motivo especial, tenho muita vontade de ler, mais ainda depois desse post, já ouvi comentários, li resenhas e assisti alguns episódios que passaram na televisão, só falta mesmo comprar o livro e guardar com muito carinho para ler para meus filhos.

    ResponderExcluir
  16. Nunca li esse livro mais sempre tive vontade.

    ResponderExcluir