Livros #49 - Marco's Redemption

Título: Marco's Redemption
Autor: Lynda Chance
Número de páginas: 200
Sinopse: Marco Dinati é rico, cruel e mais frequentemente do que não é arbitrário. Interessado apenas em satisfazer suas necessidades sexuais casualmente, ele não tem intenção de mudar nada em sua vida. Natalie Lambert está sozinha, desempregada e era nova na cidade, quando um encontro ao acaso à deixa sob o poder e o controle dele. À medida que a história se desenrola, as tensões crescem e a confiança é testada entre duas pessoas que não conseguem ficar longe uma da outra.







Decepção não é a palavra certa para descrever essa leitura. Acredito que está muito além disso. Eu achava que depois de certas leituras do gênero eu estaria acostumada com enredos fracos e livros decepcionantes, mas eis que Marco's Redemption surge e muda tudo e fica com o posto de pior leitura do ano facilmente.

Tudo começa quando Marco, um cara rico, recebe uma batida em seu carro. Irritado e disposto a brigar com quem quer que seja o culpado, se depara com uma linda jovem atrás do volante, desesperada e sem saber o que fazer. Até este momento pensei que o livro poderia até ter alguns pontos positivos e se desenvolver razoavelmente, pois o enredo parecia interessante. Mas esse pensamento durou apenas algumas frases.

Natalie é uma pessoa simples, inocente, ingênua, muitas vezes boba, desempregada e não possui seguro. Como a garota não tem dinheiro para pagar pelos dados que causou no carro de Marco e sem casa para morar temporariamente (Desgraça é pouco para a vida dessa personagem), ela aceita um emprego como empregada do rapaz. E assim, Natalie vai morar com Marco, que se agrada muito em saber que terá um jovem desfilando por sua casa limpando, cozinhando e fazendo um trato que a dívida seria perdoada se Natalie trabalhasse durante 1 ano em sua casa. (Nossa! Todo mundo aceitaria perder um ano de sua vida trabalhando como empregada de um cara desconhecido apenas para pagar o estrago que fez em um carro, bem normal).

Os dias começam a passar e tudo está caminhando como o planejado para Natalie, que tenta se acostumar com sua nova rotina. Mas como a autora pensou em tudo, estava na hora de alguns elementos clichês acontecerem. Marco se mostra muito possessivo e controlador, além de ser ignorante muitas vezes. Começa a monitorar toda o que a garota faz e até rastrear os seus movimentos. E é claro, os dois sentem uma atração incontrolável um pelo outro. Com direito a ciúme de ex-namorada, problemas familiares, amizades estranhas e tudo que se possa imaginar se juntarmos todos os livros desse gênero. 

Um fato interessante é como a autora bombardeia o leitor com informações e depois não as explica. Você conhece um personagem em um capítulo, que é de extrema importância para o contexto, e no próximo ele não existe mais, não é citado, lembrado. É como se nunca tivesse existido. Ou como um drama familiar poderia ser explorado, mas tudo que a autora descreve sobre, se resume em um parágrafo. Resumindo, a impressão que temos é que Lynda teve tanta pressa em escrever o livro em uma tarde que não se preocupou com a falta de informação, com uma boa escrita e tenho minhas suspeitas que nem uma leitura final a autora realizou.

Outro fato que me incomodou bastante é como o tempo passa na obra. Você termina de ler um capítulo e se depara com "Um ano depois". Como? O que aconteceu durante este tempo? A dívida foi paga? Os dois casaram? Se apaixonaram? Várias perguntas e nenhuma resposta. Um novo capítulo aparece com nenhum acontecimento importante. Simples assim.

Com um final decepcionante, não consegui encontrar um ponto positivo. Claro que o livro pode ser fofo e interessante para algumas pessoas (Sim, encontrei algumas que gostaram!), mas nada que o transforme em um favorito. Para mim, não teve nenhuma parte agradável, até as frases de "declarações" que poderiam ser consideradas um ponto positivo não me agradaram.

Mas se você gosta de aventurar e conhecer os mais diversos títulos ou até mesmo gosta de ler todos os livros possíveis que existam deste gênero, Marco's Redemption pode lhe agradar. A obra pode não ter me agradado, mas com você pode ser diferente.

29 comentários:

  1. Eu até gosto do gênero, mas tá ficando chato isso de casais acontecerem de uma hora pra outra! Chato e dá sono! haha Achei a premissa interessante, pelo fato dela ter batido no carro e tal, isso que você citou no comecinho. Mas depois continuando a ler a resenha, é muito sem noção. E essas pontas soltas são desestimulantes. Ou seja, não lerei.

    ResponderExcluir
  2. Gosto desse gênero de livros, mas a sua decepção com o livro faz perder a vontade de lê-lo, pelo que eu pude entender a historia tinha tudo para ser interessante, mas o autor se perdeu um pouco, odeio esses livros que te deixam curiosa sobre vários fatos que acabam não sendo esclarecidos no final.

    ResponderExcluir
  3. Não me interessei pelo nome do livro e nem pela capa, achei bem feinho. A estória parecia ser interessante, porém ela não estava bem contada.
    Como sou nova no mundo da leitura, não sei dizer se gostarei do livro, mas se um dia tiver oportunidade de lê-lo irei ler.

    ~~> http://garota-oblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. KKKKKKKKKKKKK' "(Nossa! Todo mundo aceitaria perder um ano de sua vida trabalhando como empregada de um cara desconhecido apenas para pagar o estrago que fez em um carro, bem normal)" Rachei, sério!

    É incrivel como tem autor que tenta, mas não sabe criar uma história intrigante e adoravel... Fiquei com dó da autora.... rsrsrsrsrsrrsrs

    bjo^^

    ResponderExcluir
  5. Quando você não gosta de NADA em um livro é óbvio que tem alguma coisa de errado, acho que se pudesse dar zero ao livro vc o faria, rsrsrs. Já desgostei de livros por completo, e éum sentimento muito ruim, ainda mais quando percebemos que todo mundo gostou ou achou aceitável?!


    Assim, só julgando pela capa ele me lembrou O Inferno de Gabriel, mas percebi que só a capa mesmo >.<

    ResponderExcluir
  6. Quando li o título eu pensei não gostarei, mas provavelmente me enganarei, desta vez o meu instinto estava certo! Pelo jeito a autora fez em pouco tempo e não releu a obra para não amarrar as pontas soltas, só falta ter continuação.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu já não gosto nem um pouco do gênero, do tipo de não gostar nada nem do melhor livro do estilo, então imagina desse que parece ser um dos piores, facilmente ganharia o posto de um dos piores livros que li na vida. Mas claro, isso não vai acontecer, porque eu não lerei, a lista de desejados é muito grande e a vida é muito curta pra desperdiçar com livros ruins. ;D

    ResponderExcluir
  8. Não li muitos livros do gênero, apenas dois. Um gostei e o outro não mas só pela sinopse dele acho que não vou gostar :/ Me pareceu uma coisa bem surreal e forçada..
    beijos

    htt;//viciosdeumabaiana.blogspot.com.bt

    ResponderExcluir
  9. Eu li esse livro em março e eu também não gostei muito não, achei ele bem corrido, principalmente o final que dá um salto de 8 meses. E o epilogo eu achei meio sem noção. E eu acho que podia ter explorado mais algumas coisas, aquela ex dele simplesmente sumiu da história :/

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro esses gênero, sou apaixonada mesmo, mas tem uns livros que são simplesmente sem noção, é tudo rápido demais, a história acaba se perdendo, fica sem sentido, com pontas soltas. Ás vezes a história do livro tem tudo pra dar certo, mas o autor se perde.. Se tem uma coisa que eu não gosto é de história mal contada, que fica faltando alguma coisa, e esse parece desse tipo né?!
    Bem, bom ler sua resenha que pelo menos não perderei meu tempo lendo livro ruim, hahahah

    ResponderExcluir
  11. Eu já não gosto muito de livros desses gênero e depois da sua resenha esse é um que eu não vou ler nunca. Acho que eu ia ficar muito irritada se visse um "Um ano depois" sem explicações em um livro...

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o livro e, apesar de gostar MUITO desse gênero literário, confesso que pela sinopse ele não me chamou atenção. E, depois de ler sua resenha, chamou menos ainda. rs
    Acho horrível esses livros em que os autores parecem que são meio sem noção de tempo/espaço/direção (rs). E ultimamente só tenho me deparado com livros assim =/
    Sua resenha ficou excelente, parabéns!
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Sinceramente, não me interessei pelo livro. Nem pela capa (que é basicamente: feia), nem pela premissa, nada. E, além de tudo, os seus comentários só me desmotivaram ainda mais. É uma pena quando o autor/autora, não consegue criar uma história, no mínimo, aceitável. Parabéns pela resenha. Beijocas.

    ResponderExcluir
  14. Oi, :)

    Eu nunca tinha ouvido falar desse livro, mas depois da sua resenha não tenho mesmo vontade de 'esbarrar' nele O.o' kkk'

    Principalmente porque já li um livro assim, meio sem pé nem cabeça - que a autora achou que seria perdoado só porque ela encheu as páginas de cenas hot e achou que ninguém notaria a falta de conteúdo na história... e, igual a você, depois também conheci gente que adorou a história!

    Pela sinopse acho que até experimentaria - sim, estou indo nessa ondinha acho ¬¬' - mas, já com certo receio depois de encontrar tantas obras com essa mesma linha mas sem conteúdo ou qualquer cuidado da autora.

    Não vou ler =* rs'

    Parabéns pela resenha sincera sério rs' Por não ter tentando 'adocicar' as coisas nem nada =P

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  15. Que livro sem sentido e maluco. Parece mesmo que a autora quis fazer ele em uma tarde Além disso, o gênero não me atrai.. gostei da sua resenha, ficou bem sincera e explicou muito

    ResponderExcluir
  16. Parece uma versão de "Cinquenta tons de cinza", ri na resenha "Nossa! Todo mundo aceitaria perder um ano de sua vida trabalhando como empregada de um cara desconhecido apenas para pagar o estrago que fez em um carro, bem normal" kkkkk , emfim parece bem sem sentido o livro.

    ResponderExcluir
  17. Ahh que chato o livro decepcionar. Achei super esquisito essa de pular tanto tempo assim dentro da história. Definitivamente não me agradou tb.
    Parabéns pela sinceridade na resenha.

    ResponderExcluir
  18. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas fico grata pelo aviso. Passarei bem longe!
    E o mais legal dessa resenha é que é a primeira que foi realmente sincera sobre algum livro. Em geral, as pessoas tendem a elogiar pelo menos alguma vírgula, mas não fala com todas as palavras como o livro é uma porcaria haha :P

    ResponderExcluir
  19. Não, desculpa, mas não tenho vontade de me aventurar numa desventura tão desagradável como esta ;/ Não suporto estas histórias de submissão e se fosse ler um livro assim, acabaria jogando contra a parede ou sei lá... Ah, gostei realmente da sua sinceridade! O bom é que o fato de ter deixado implícito (ou até mesmo explícito) o "fuja desse livro, ele é horrível" poupa muita gente de futuras consternações rsrsrs

    ResponderExcluir
  20. Gente, não conseguiria ler um livro que passa a história nessa velocidade, tipo a mudança de tempo.
    Não gostei dessa capa, e a sinopse também não me instigou.
    E sua opinião a respeito da obra também não serviu pra me fazer morrer de vontade de ler.

    ResponderExcluir
  21. Nunca li esse livro, mas sinceramente, outra protagonista boa e ingênua com um cara controlador e rico, é demais para mim. Os autores desse gênero poderiam diversificar mais, poderiam fazer o inverso: uma mulher segura de si, um cara que não fosse o "senhor dono do mundo"...Ia variar mais e quem saber ser mais interessante.

    Bjs^^

    ResponderExcluir
  22. Nunca tinha ouvido falar desse livro e livros do gênero não me chamam atenção, na verdade eu não gosto pelas formas vulneráveis demais que os personagens tem. Sua dica foi anotada, acho que nunca vou ler esse livro.

    Beijinhos, até mais...
    http://marcaprovisoria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Nossa, que experiencia traumática! É mesmo muito decepcionante quando nos deparamos com livros mal escritos, acho que um pouco de zelo e respeito pelo leitor é o minimo que se pode esperar de qualquer escritor! Nunca tinha visto fala nesse livro, mas pelo visto não estou perdendo nada! hahaha
    Bjs...
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Sério, eu não curto esse tipo de livro' que toma desejo sexual como tema e dois personagens clichês: um poderoso cheio de si e uma pequena e pobre ingenua que se deixa levar pelo galã! Nada contra quem gosta, de verdade.. Mas eu ja digo que não curto e, não, nunca me interessei por Cinquenta Tons de Cinza só pelos comentários que ouvi por aí - mas posso estar me precipitando. Enfim, já fico sem graça quando leio "aqueles" trechinhos do Game of Thrones hhahahahaha' talvez seja só o meu jeito mesmo xP

    ResponderExcluir
  25. Cara, já não gosto de livros desse gênero, muito difícil achar um pelo qual me interessei, e ainda só vão surgindo mais e mais livros decepcionantes como esse?! Pelo amor de Deus...
    E graças a Deus que sigo o blog, pra conhecer bem e saber qual livro não ter... hahaha

    ResponderExcluir
  26. Parece ser interessante mas não gosto muito do gênero me lembra muito 50 tons hahaa (já li OMG) KK
    Beijos, Thaynara
    livroscombolinhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Gosto mais de livros sensuais do que de sexo explícito, apesar de já ter lido alguns e até mesmo gostar.
    Mas acho que essa onda de livros hot tem deixado todos os livros iguais, não me interessou!

    ResponderExcluir
  28. Olá Karol! Não conhecia o livro, mas confesso que este gênero não chama em nada minha atenção...Apesar da capa ser muito linda! Mas não entrou para minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  29. Li outra resenha dessa trama e a pessoa amou, rsrs
    Cada leitor tem uma percepção do mesmo livro.
    Esse estilo não me agrada...

    ResponderExcluir