Livros #43 - Sonhe Mais


Título: Sonhe Mais
Editora: Novo Conceito
Autor: Jai Pausch
Número de páginas: 256
Sinopse: Jai Pausch passou por um trauma: a perda do marido para um câncer de pâncreas. A enfermidade de Randy Pausch também destruiu as verdades e as certezas em que Jai acreditava. Pega de surpresa pela doença, que avançou rapidamente, Jai Pausch precisou inverter suas prioridades. Acostumada a cuidar da família, percebeu que aquele era, também, o momento de cuidar de si mesma, porque, do contrário — caso fraquejasse —, sua família não sobreviveria. E, apesar de todas as alterações pelas quais passou, foi capaz de registrar a maior parte de suas experiências, dúvidas e medos.
Este registro acabou se constituindo num relato vigoroso sobre como a morte muda o relacionamento entre as pessoas e sobre como é possível sobreviver, passo a passo, a essas mudanças.

Sonhe Mais é um livro reflexivo. Demorei muito tempo para fazer essa resenha por este motivo. Livros de fatos reais são complexos e dependendo do assunto, se tornam leituras pesadas. Falar sobre como se tornar um executivo de sucesso, como obter sucesso no casamento ou como educar seu filho são temas que necessitam de muita pesquisa mas se baseiam em fatos. Falar sobre doenças, mortes e como "viver" após tragédias é muito complicado pois não existem fatos, o foco é o sentimento. Cada pessoa possui uma maneira para lidar e tentar superar. Falar que todas as pessoas passam por fases até chegar o momento de viver novamente é errado. Existem aqueles que superam em um ano, em dois, em cinco ou nunca superam. Perder alguém que você ama não tem cura, solução ou truques mágicos que fazem toda a dor desaparecer. Conviver e assistir todo esse processo é pior ainda.
"Não perguntei sobre taxas de sobrevivência. Eu estava perplexa demais, chocada demais pela palavra "câncer". Randy estava prestes a completar 46 anos!"
E é sobre isso que a autora escreve. Relatos sobre sua vida com a descoberta que seu marido, de apenas 46 anos, pai de 3 lindas crianças estava com câncer. Comentei que um livro pode se tornar "pesado" dependendo do tema e é exatamente o que ocorre com este. Após algumas páginas você começa a se sentir mal em ver como uma pessoa, que aparentemente não tinha nem muitas gripes, vai morrer.  A minha curiosidade fez com que eu fizesse uma pesquisa sobre essa família enquanto eu estava na metade do livro, saber que tudo o que você está lendo é real é muito mais cruel. Serei sincera em dizer que a leitura é interessante sim, por diversos aspectos... tratar sobre assuntos delicados, falar sobre a luta e garra de uma família para superar tudo isso. Mas chega um momento que você se sente mal em ler tantas vezes a palavra "câncer". Não cheguei a contar, mas posso garantir que após a metade do livro eu pulava essa palavra. 
"Nenhum centro de tratamento de câncer ou divisão de oncologia do hospital me ofereceu uma cópia do livrinho O que esperar quando você é uma cuidadora, pois ele não existe."
Este foi o ponto que mais me interessou na obra. Faz uns anos que minha mãe é cuidadora da minha avó, que sofreu derrame, e posso afirmar que tudo o que a autora relata no livro é uma realidade, na verdade chega a ser mais pesado para algumas pessoas que não tenham todo o apoio financeiro que a autora descreve. Ser cuidador não é fácil, é extremamente difícil. Você doa grande tempo da sua vida para outra pessoa, você se deixa em segundo plano. E isso é errado. Quantos acabam com problemas de saúde após isso? Acreditem, muitos! É um trabalho que você não recebe remuneração e muitas vezes não tem agradecimento. Como a própria autora cita, não existe um guia ou um centro de apoio ao cuidador, ou você aprende ou você aprende. Lida com críticas e muitas vezes com injustiças de pessoas que estão por perto ou da própria pessoa que está cuidando. Passar para uma rotina dessa tão rapidamente assim pode causar problemas sérios físicos e psicológicos, cuidadores que possuem depressão são muitos.
Portanto, abordando este tema, a doença em si e outros assuntos de família e pessoas a autora consegue dar boas dicas que podem ajudar muitos nessa situação. Não é um livro de fácil leitura ou um enredo que te prenda e te faça terminar a leitura em 2 horas. Mas é bastante interessante e pode acrescentar muitas coisas em sua vida e na vida das pessoas ao seu redor. Para aqueles que possuem interesse em conhecer mais sobre o marido de Jai, podem assistir o vídeo abaixo, que a própria autora comenta no livro o quanto foi especial para ela e para todos que assistiram. 


9 comentários:

  1. Parece ser interessante a leitura desse livro mas pelo fato de ser uma leitura pesada e, principalmente, baseada em fatos reais não sei se o leria por agora:/

    ResponderExcluir
  2. Parece um livro profundo, não sei se tenho uma "maturidade" suficiente pra le-lo ainda, mas vou lembrar dele num futuro proximo vou ler sim.

    ResponderExcluir
  3. Graças a Deus nunca tive casos na minha família de doenças dessa forma, derrame, câncer e outros. Apenas teve derrame, mas era muito pequena e não sabia nem ler direito. Só de ler esse post já me deixou meu pra baixo, pois fico a pensar na escritora. Como será que é escrever um livro, sobre fatos reais, relembrar dos momentos ruins que passou.
    Gostei demais da descrição do livro, e fiquei com muita curiosidade como era a vida dela e dele, como que conseguia viver sabendo que seu marido poderia morrer de uma hora para outra.

    http://garota-oblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Acho que não deve ser nada fácil escrever um livro assim . É pesado demais pra mim , não sei se leria justamente por isso .
    Mas gostei bastante da sua resenha , acho que esse é um dos piores e mais difíceis livros para serem resenhados . Mas você o fez lindamente . Parabéns!

    Beijos

    http://livroselivrosana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. este livro parece ser muito lindo! pela história que ele trata parece ser bem emocionante e marcante...
    apesar de achar lindo e tudo o mais, não sei se iria conseguir ler pelo fator emocional...

    ResponderExcluir
  6. Eu já li a lição final.. muito emocionante. Sonhe mais que é a versao da esposa ainda não li mas espero ler em breve!

    ResponderExcluir
  7. Parece muito, muito, emocionante e reflexivo como vc disse!!!
    Só pela capa e sinopse eu não leria, mas gostei muito da sua resenha....

    ResponderExcluir
  8. Eu ganhei este livro mas ainda não o li! rsrsrsrsrs
    Estava na minha meta de leitura, mas depois de ler sua resenha, acho que vou esperar mais um pouco. A capa é linda, eu adorei!

    bjo^^

    ResponderExcluir
  9. Sempre imaginei que essa leitura seria bem densa e emocionante.

    ResponderExcluir