Livros #40 - Extraordinário


Título: Extraordinário
Editora: Intrínseca
Autor: R.J. Palacio
Nº de páginas: 320
Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.
Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.


Extraordinário é o primeiro livro de R.J. Palacio e conta a história de August (Auggie) Pullman, um garoto de dez anos que tem um rosto que pode ser considerado incomum. Auggie nasceu com uma raríssima síndrome genética que tem como resultado uma deformidade facial e é exatamente por causa de seu rosto ser tão diferente que ele nunca frequentou uma escola, até aquele ponto sua mãe foi que cuidou de sua educação.

Auggie sabe que é diferente das outras crianças de sua idade, ele sabe que quando esta na rua ou em um parque crianças e adultos olham para ele de forma diferente, que tentam disfarçar sua surpresa (o que todos, praticamente, falham miseravelmente) e que ele não é visto ou tratado pelo que é: um garoto de dez anos.

Mas a decisão de que August deve frequentar uma escola parte exatamente de sua mãe. De inicio, ele, obviamente não concorda ou gosta minimamente da ideias, mas com o tempo acaba concordando em frequentar a escola Beecher Prep, desde que ele pudesse desistir se algo desse errado. E é na escola que ele vai conhecer diferentes tipos de pessoas e começa a aprender como viver em um verdadeiro meio social com o rosto que tem.


Mas sei que as crianças comuns não fazem outras crianças comuns saírem correndo e gritando do parquinho. Sei que os outros não ficam encarando as crianças comuns aonde quer que elas vão. 

É uma narrativa franca, que ao mesmo tempo trata de uma assunto sério, que é o bullying no ambiente escolar e o preconceito da sociedade em geral, mas que também consegue ter os seus momentos leves e divertidos. E isso é um ponto muito positivo da narrativa, pois até mesmo os momentos em que o August realmente tem que enfrentar o bullying não vemos as ações narradas como forçadas ou exageradas, mas sim vemos como aquela situação poderia vir a acontecer na sua escola, que tem pessoas que com toda a certeza agiriam assim. E vemos como um ser humano pode ser mal, baixo e nojento, com ou sem a intenção de o ser.


R.J. Palacio consegue criar uma história cativante que conta com personagens realmente apaixonantes, como é o próprio Auggie. Ao mesmo tempo que vemos que ele é, em seus pensamentos e ideias, muito maduro para um garoto de dez anos, podemos ver também o seu lado infantil muito presente e com o passar do tempo ver a mudança em sua personalidade, como ele cresceu, e não só ele como todos os personagens, como a sua mãe e pai começaram a aceitar que não podiam o proteger de tudo, como sua irmã, Via, consegue lidar melhor com ser a irmã dele e tantos outros como Jack, Miranda, Amos, Summer e, até mesmo, Julian (talvez).

Outro ponto de destaque do livro é os preceitos que o professor do August, Sr. Brown, passa para a turma e pede para que reflitam sobre isso, que achem uma lição que possam levar para a vida. Foi, a meu ver, uma ideia maravilhosa e desejei que um dos meus professores tivessem feito isso comigo.
Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil. - Dr. Wayne W. Dyer
Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida , por que todos nós vencemos o mundo. - Auggie 

O foco da história em si não é o porque o rosto do Auggie ser diferente, mas como esse fato afeta a vida dele, de sua família e seus amigos, sobre como as pessoas são preconceituosas, como muitas vezes o preconceito está em pequenos gestos que nem nós mesmos percebemos imediatamente, sobre como podemos agir com preconceito sem a miníma intenção de o fazer e como podemos magoar as pessoas sem querer, mas é principalmente uma lição de vida sobre como nós devemos sempre, ao menos, tentar agir com gentileza para com as pessoas.

Acho que não é necessário dizer que este é um livro que eu mais do que recomendo. Uma verdadeira lição que podemos aplicar em nosso dia a dia e tentar ser "um pouco mais gentil que o necessário".
- Você é mesmo extraordinário, Auggie. Você é extraordinário.

11 comentários:

  1. Adoreii, vi esse livro pela primeira vez na Turnê Intrínseca e desde então estou completamente ansiosa pela leitura...
    Comprei pela Submarino e a encomenda chegou essa semana, tinha alguns livros na frente dele mas depois dessa resenha ele foi para o topo, assim que acabar o que estou lendo, começo ele. Tenho certeza de que vou amar!!

    ResponderExcluir
  2. Gente, essa trama é muito boa! Doida pra ler o meu, o livro é muito bom não é? E que tema! Gostei bastante, ficou bacana de conferir e foi bem trabalho .

    ResponderExcluir
  3. estou doida para ler este livro desde que foi lançado, mas até agora não consegui comprar ;~~
    a história parece ser linda mesmo *-*

    ResponderExcluir
  4. Eu tbm estou doida para ler este livro! Tenho ele em ebook, acho que vou passá-lo na frente vio! Adorei sua resenha!!!

    bjo^^

    ResponderExcluir
  5. Quero tanto ler, estou interessado por ele desde que lançou mas tá tão caro, cada vez os livros estão chegando mais caros aqui no Brasil..

    ResponderExcluir
  6. Esse livro me lembra de um garoto que vi um dia, ele também sofria de um problema parecido com esse, mas levava a vida como uma pessoa normal.
    Beijos

    http://garota-oblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Ganhei esse livro e ainda não li.
    Imagino que seja uma trama muito doce e emocionante.

    Bj!

    ResponderExcluir
  8. Muitos comentários positivos acerca desse livro.
    Tanto que minha alegria foi às alturas quando o consegui na estante. Ainda não tive um tempo para lê-lo mas espero fazer em breve. Parece trazer uma trama bem emocionante. :)

    ResponderExcluir
  9. Estou doida p ler esse livro desde o lançamento.. cada resenha fico com mais vontade mais ainda n tive oportunidade ($$$$) de comprar!!!

    ResponderExcluir
  10. Estou bem curiosa com esse livro e sua resenha me deixou ainda mais!!!
    Parece ser muito tocando e uma lição de vida para nós leitores!!! Espero ler em breve....

    ResponderExcluir
  11. Uma história linda com certeza a qual eu não posso perder de jeito nenhum , quero muito ler esse livro, em vários blogs que eu acompanho eu vi uma crítica positiva a respeito desse livro e por isso meu interesse só aumenta a cada nova resenha lida;)

    Beijos !!!

    ResponderExcluir