Livros #26 - A culpa é das estrelas

A Culpa é das Estrelas
Título: A culpa é das estrelas
Editora: Intrínseca
Autor: John Green
Nº de páginas: 286
Sinopse: A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.



Em A culpa é das estrelas conhecemos Hazel Grace é uma garota de dezesseis anos que foi diagnosticada com câncer nos pulmões aos treze e descobriu ser uma paciente terminal. Uma garota sarcástica que vê a sua doença de um ponto um tanto quanto mais cru, Hazel não é do tipo que fica se lamentando: ela sabe que vai morrer e o que a preocupa realmente é o que vai acontecer com sua mãe, seu pai e qualquer um que for próximo à ela após isso.

Hazel mantém-se viva com um coquetel de remédios, andando sempre com um cilindro de oxigênio e frequentando o Grupo de Apoio a Crianças com Câncer (obrigada, é claro). E é exatamente no Grupo de Apoio que ela conhece Augustus Waters, uma garoto de dezessete anos que teve câncer e, por decorrência do mesmo, teve uma perna amputada. Hazel e Augustus iniciam então uma amizade-namoro mais do que maravilhoso para se acompanhar.



Eu sou tipo. Tipo. Sou tipo uma granada, mãe. Eu sou uma granada e, em algum momento, vou explodir, e gostaria de diminuir a quantidade de vítimas, tá?
Não há palavra que descreva melhor este livro do que "Perfeito!" Estou simplesmente apaixonada por esta história, por estes personagens, pela como como tudo se desenvolveu... E também estou anestesiada. Não há como você ler e não amar cada pequeno pedacinho deste livro.

Mas comecemos com os personagens. A Hazel é uma garota fascinante (na falta de palavra melhor), ela consegue ser sarcástica, engraçada e realista de uma forma tão natural que antes da página dez ela já tinha capturado meu amor. Assim como o Augustus conseguiu capturar não só o coração da Hazel como o meu também, e a cada emoção que eles sentiam eu sentia também.




E este, talvez, seja o ponto mais forte deste livro: ele te envolve, você se vê sorrindo, genuinamente feliz, quando os personagens estão felizes ou triste junto com eles, pois eles se tornam rapidamente importantes para você. O que é prometido na capa pelo Markus Zusak, autor de A menina que roubava livros ("Você vai rir, vai chorar e ainda vai querer mais"), é cumprido magnificamente. Este é um livro que mexe de verdade com suas emoções. Você rir com os personagens e chorar com eles também.

Uma verdadeira lição de vida sobre como as pequenas coisas podem ser muito mais que importantes e como não temos tanto tempo como imaginamos e podemos perder tudo quando menos esperamos. Um livro que recomendo para todos e que, tenho certeza, vai encantá-los e emocioná-los assim como me emocionou, do início ao fim. Simplesmente perfeito.


Alguns infinitos são maiores que outros.... há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Queria do que provavelmente vou ter.

12 comentários:

  1. Oi Gabby!
    Diferente de você, eu não gostei tanto de A culpa é das estrelas. Claro que o livro tem muitos méritos e é diferente de muitos livros jovens que são lançados no momento. O personagem que me conquistou mesmo foi o Augustos. A Hazel é especial, mas por momentos senti que ela é tão metódica que faltou um pouco de emoção mais realista, não sei explicar bem! No meu caso, foi uma leitura diferente.

    Beijo =*
    Nine | Estante da Nine

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Nine.
      Sim, a Hazel é bastante metódica, mas ela conseguiu me emocionar exatamente por causa disso: ela esconde um pouco dos receios dela com isso. Foi uma personagem que foi necessário decifrar um pouco da sua personalidade e por isso me encantou.
      E quem não amou o Augustus, não é?
      Mas cada um tem sua opinião.
      Obrigada por comentar.
      Abs.

      Excluir
  2. Que resenha linda!!! Eu tbm adorei este livro, um dos melhores que li no ano passado. Um livro realmente memoravel!!!

    Adorei sua resenha, ficou perfeita, deu até vontade de ler de novo!!! rsrsrsrs

    bjo^^

    ResponderExcluir
  3. ACEDE é lindo *_______________________* chorei horrores lendo entrou para os meus favoritos.Muuito lindo e emocionante!! Tamém super recomendo esse livo

    ResponderExcluir
  4. Eu quero muito ler os livros de John Green não só pelos ótimos comentários que tenho ouvido falar mas também por saber que as histórias escritas por ele são todas muito emocionantes! Gostaria muito de começar a ler suas obras por ACEDE, parece um livro inspirador e muito emocionante!

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  5. Poxa, quero tanto esse livro. 90% (porcentagem estimada) das críticas que vejo são positivas, afirmando o quanto esse livro é maravilhoso e emocionante. Eu ainda me pergunto como é que ainda não li esse livro. Aliás, tem outro livro de John Green que dizem ser muito bom também, é "O Teorema Katherine". Se John Green é tão bom como dizem, quero poder dizer o mesmo.
    Gostei de sua resenha! bjs.

    ResponderExcluir
  6. Perfeito! Sim, essa palavra é capaz de resumir bem o que esse livro é..o que ele traz em cada letrinha impressa.
    Li ele assim que começaram a aparecer as primeiras resenhas..e faço questão de sempre dar uma pssadinha nele..rs tipo, pra reviver tudo de novo.
    As emoções, os sentimentos...tudo tão grandioso, tão simples, tão profundo que fica estipular qual pedaço do livro é melhor.
    Tudo se encaixa..tudo é amor.
    Hazel é maravilhosa..Augustus o mocinho que dá vontade de por no colo..
    Vale a pena cada segundo de leitura..mas é bom ter lencinhos do lado..rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Quase todo mundo que lê esse livro adora! Eu tenho uma amiga que realmente se apaixonou por ele e insiste todos os dias para que eu o leia. Eu realmente quero lê-lo, quero muito. A história me encantou, todas as resenhas me fazem querê-lo cada vez mais, só que estou sem tempo para ler :(
    Tenho cuidado para não ler muitas resenhas e não ver spoiler, detesto spoiler.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Mais uma resenha positiva de ACEDE.
    Esse livro realmente causou uma comoção na blogosfera, rsrs.
    Tenho interesse em lê-lo em breve. Quero conhecer a escrita do Green.

    ResponderExcluir
  9. Não há uma resenha negativa desse livro que eu já tenha lido!
    Do Green só li 'Quem é você, Alasca?' e adorei a escrita do autor... tenho ACEDE e espero não me decepcionar com tanta expectativa que já criei...
    Ansiosa para conhecer a história da Hazel e do Augustus. :)

    ResponderExcluir
  10. Nunca li nenhuma resenha negativa sobre esse livro, as citações são sempre lindas *-*
    ele está na minha meta de leitura, mas ainda não pude comprar ara ler, a grana está curta.
    Eu nunca li nenhum livro do Green, mas dizem que ele é ótimo mesmo.
    beios

    ResponderExcluir
  11. Gente eu quero muito ler esse livro, só escuto críticas maravilhosas e comentários maravilhosos, imagino que eu quando eu ler eu irei morrer de tanto chorar, pois a história aparenta ser bem emocionante. Já adicionei no skoob como desejado e é um dos livros que eu mais quero ver o filme *---*

    ResponderExcluir