Filmes #16 - João e Maria, caçadores de bruxas

Título: João e Maria, caçadores de bruxas
Título Original: Hansel & Gretel: Witch Hunters
Direção: Tommy Wirkola
Gênero: Ação/Fantasia
Duração: 88 minutos
Sinopse: Os jovens João e Maria foram abandonados pelos pais na sombria floresta e acabam indo parar na casa de uma malvada bruxa. Mas o que parecia ser o fim acabou se tornando o começo de uma vida cheia de aventuras, uma vez que eles eliminaram a malvada e viraram verdadeiros exterminadores de criaturas do mal. Após o desaparecimento de várias crianças, os dois já adultos (Jeremy Renner e Gemma Arterton) são contratados pelas autoridades locais para desvendar o mistério. Só que eles não imaginavam que essa nova missão iria colocá-los diante da terrível Bruxa Negra (Famke Janssen), pronta para destruir não só a reputação de excelentes caçadores de bruxas, mas também as suas vidas.




Sabe aqueles dois garotinhos que entraram na casa cheia de doces? Aquelas crianças inocentes, aquele conto de fadas que você certamente ouviu durante sua infância? Pois bem, eles cresceram. Mas o que será que ocorreu com eles? Muitas vezes (eu ao menos), nos pegamos pensando o que aconteceria no futuro de muitos contos de fadas que gostamos e conhecemos. Como será a vida de queridas princesas? Tiveram muitos filhos? Branca continua amiga dos anões? São muitas perguntas, mas todas em nossa imaginação, até agora. Estamos em uma fase que contos de fadas ressurgem, mas de um jeito totalmente diferente. Princesas guerreiras, Contos sangrentos, ação... estariam deixando a ingenuidade de lado, a fantasia bobinha, o romance e substituindo por algo voltado para um público maior, maduro? Quem imaginaria João e Maria caçando bruxas, muito sangue, ação, fantasia adulta e nada voltado para crianças? São muitas teorias e opiniões diferentes. Eu, particularmente, gosto. Mas sei que existem muitos que são contra, acreditando ser um fim do "felizes para sempre". Mas a realidade é que um ramo tão lucrativo como este, podemos esperar que tudo é possível, até mesmo 3 porquinhos assassinos como um novo filme de suspense, talvez. 


Jeremy Renner e Gemma Arterton, interpretam João e Maria, respectivamente. A escolha não poderia ser melhor, gosto bastante do trabalho de Jeremy e Gemma, conhecia apenas por alguns trabalhos, mas para mim, seu resultado foi até satisfatório. Quanto ao restante do elenco, gostei muito do Ben (Thomas Mann), para mim, ele roubou muitas vezes a cena, assim como Edward (Derek Mears). Mas agora deixando isso um pouco de lado, vou resumir todo o contexto para vocês poderem entender melhor. João e Maria são deixados na floresta por seu pai, depois de um tempo, decidem sair do local onde seu pai os deixara e encontram uma casa nada normal. Feita de doces. Como toda criança, a vontade fala mais alto e começam a comer os docinhos, até que são apresentados com uma presença inesperada, uma bruxa. São mantidos presos, comendo doces e quando a bruxa tenta matá-los, os dois a matam (como crianças prodígios). Até aí, parece tudo "normal". Mas eles crescem. Logo no começo do filme, após essa cena, podemos contar com efeitos que deixam tudo bem maduro e sangrento, cenas de mortes e tudo isso em animação. 
Adultos e inseparáveis, os dois se tornam caçadores de bruxas. E tudo quanto é forma de matar uma bruxa ocorre, de formas mais simples, até as mais nojentas, mas de qualquer maneira é sangue para todo lado. E isso é uma coisa que faz parte de 97% do filme, luta e sangue. Claro que temos os outros 3% que são entre diálogos, flashbacks e "romance" adulto. Bom, com a fama, os dois são contratados para uma caça grande, várias crianças sumindo e bruxas poderosas. Com isso, todo o desenrolar do filme ocorre e muitas descobertas também, algumas que fazem toda aquela ingenuidade de João e Maria que conhecíamos desaparecer, aliás, apaga quase tudo que conhecíamos sobre eles. 


João e Maria, caçadores de bruxas deixou Branca de neve e o caçador, por exemplo, no chinelo. Foi um trabalho bem feito, bem produzido, ótimos efeitos, atuações e momentos memoráveis. Se você quer trazer um conto de fadas para os dias de hoje, uma versão mais madura, mais adulta, faça direito! E este filme é um exemplo disso. O que adianta propagandas como "A princesa que tanto conhecia em uma versão totalmente sombria" se nada disso é verdade? Se querem mudar os contos de fadas, mudem de verdade. E algo criativo. Agora é esperar para ver se Jack, o Caçador de Gigantes irá se destacar também.


7 comentários:

  1. Ixiiii nem sei se vou assistir esse filme no cinema... eu gosto de remakes mas esse não me chamou atenção, sei lá gostaria que fosse algo mais macabro e com menos ação. Ou seja queria um filme totalmente diferente haahahha. Ahh mas sem dúvidas deve ser melhor que Branca de Neve e o caçador e A garota da capa vermelha.

    ResponderExcluir
  2. Ta todo mundo falando super bem desse filme , ainda não vi mais pretendo ver em breve, parece ser bem legal!

    ResponderExcluir
  3. Gente amei esse filme muito legal adorei os atores a historia esta boa não tenho do que reclamar esta PERFEITO

    ResponderExcluir
  4. Karol!
    Nossa! Já estava com muita vontade de assistir esse filme e com suas observações e cotação 5 estrelas, fiquei ainda com mais vontade...
    Vou ver se consigo achar o DVD porque no cinema não estou podendo ir.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Maluca pra ver esse filme!
    Andei vendo algumas matérias pelo mundo virtual...e tudo é positivo. Os efeitos, as cenas..o cenário.
    Com certeza, esse eu vou baixar e me esbaldar!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Estou adorando essas adaptações que eles estão fazendo com os contos. Até agora vi todos. Mais ainda não vi esse. Espero em breve poder ver esse filme.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Já vi este filme e amei! Estou adorando essas novas adaptações!

    ResponderExcluir